Mundo Sustentável

IMG_2781

Sabia que aquilo que já não precisa poderá significar muito para alguém?

Não pense na frase “2ª Mão” mas sim em ” 2º Dono” e “2ª Casa”.

Nos dias de hoje em que as nossas casas não são tão grandes quanto desejávamos e com arrumos como sonhávamos, faz sentido reciclar as seus bens.
Com esta loja queremos dar-lhe a oportunidade de, em comodidade e toda a descrição, poder desfazer-se de alguns artigos que estão a pesar nos seus armarios e prateleiras e também poder oferecê-los a outros que lhes poderão dar um novo lar.
Neste momento comercializamos móveis e peças decorativas, , também material informático bem como de musica, vídeo, fotografia e muito mais.

E porque nem tudo dura para sempre criamos a MS Design para apresentarmos peças recriadas por nós. 

Viaje pelo nossa pagina e contacte-nos. Teremos imenso gosto em ajudá-lo a avaliar as suas peças.

Até breve

Galeria: Mundo Sustentável









“Mais que um dever, é uma obrigação” será este o Slogan que nos acompanhará durante este projecto. Recuperar, reutilizar e reciclar é hoje uma atitude, um modo de estar consciente perante a insustentabilidade da economia actual. A emissão de carbono gerada na produção de objectos, e gerada pela destruição dos mesmos, pode ser minimizada através da recuperação, reutilização e reciclagem. Atitudes que nos providenciam um futuro.

Ao conceber este projecto temos como objectivo introduzir um novo tipo de comércio sustentável e neste momento inovador na nossa região.

Embora através do ciberespaço já se faça este tipo de comércio, não existe na RAM um espaço físico que possa oferecer este serviço nas mais variadas categorias: Vestuário, mobiliário, electrodomésticos, livros, peças decorativas e objectos pessoais e de colecção.

 “Mundo Sustentável” é uma prestação de serviços entre um fornecedor de um objecto e o comprador do mesmo. Damos a oportunidade de, em comodidade e toda a descrição poder desfazer-se de alguns artigos, oferecendo a outros a alternativa de lhes dar um novo lar. Resumidamente será um espaço comercial onde os objectos ficam á consignação por um prazo previamente acordado para serem vendidos a terceiros.

Em suma serão a base do negócio os seguintes pontos:

-A vertente de reutilização será unicamente o transacção de objectos entre fornecedor e comprador.

-A vertente reciclagem é a compra directa ao fornecedor e a posterior a transformação da nossa autoria para nova utilização que depois será vendido como peça de autor.

-A vertente de recuperação como o nome indica será a restauração de objectos, para venda.

Nestes dois últimos pontos teremos de recorrer a prestação de serviços a terceiros, dinamizando assim o comércio e serviços locais.

- Outro dos serviços que pretendemos oferecer é a “remodelação e restruturação” de espaços, públicos ou privados, podendo oferecer aos clientes, a vantagem de poder trocar vender ou comprar objectos para redecorar os espaços de acordo com os stocks existentes. Para isso dispomos de um arquitecto inscrito na respectiva ordem, capaz para desenvolver todos e quaisquer tipos de projectos de Arquitectura e Design de Interiores.

Outra das componentes deste projecto passa também pela pequena ajuda que poderá ser dada a terceiros, através uma regra que pretendemos implantar. Será estipulado no contrato, que se no prazo acordado, os objectos que não forem vendidos, e que consequentemente os fornecedores não os vão recolher, os mesmos serão oferecidos a instituições de caridade á nossa escolha.

Alem disso, pretendemos fazer acções de promoção, durante um certo período, em que uma percentagem do lucro das vendas será para uma instituição de beneficência regional devidamente identificada para o efeito.

Contamos com tudo isto oferecer um novo conceito e uma nova maneira de comércio local, contudo o uso da internet, será uma ferramenta que pretendemos que nos leve além-fronteiras, através de um site interactivo simples e empírico que contenha actualizada diariamente todo stock de artigos disponíveis.

Este é um projecto de família para outras famílias que ira vingar pela persistência, trabalho, dedicação.

 

Funchal, 05 de Março de 2013

 

Tiago Cunha Camacho